fbpx
loader image

Quem tem mais, paga mais. Justo! Isso não vale no Brasil. Entenda porquê.

Publicado em 13/10/2021
Imposto justo Brasil

Você que ganha a partir de 5 mil reais por mês, paga bastante imposto de renda. Mas quem ganha 50mil reais por mês paga pouco. Tem algo errado aí, certo?

A carga tributária sobre a renda, lucro e ganho de capital no Brasil é de 7,0% do PIB. Isso é muito pouco se comparado com a média da OCDE (11,4% do PIB). Na Itália, este percentual é de 13,1% do PIB, nos EUA é 12,5% e no Canadá 15,4% do PIB, por exemplo.
Nos países capitalistas centrais, o Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) é o pilar central do sistema tributário. A arrecadação do IRPF no Brasil (2,5% do PIB) é cinco vezes menor que a arrecadação do IRPF nos EUA (12,5% do PIB), por exemplo.

Isso ocorre, sobretudo, porque somos párias internacionais em dois quesitos: primeiro, porque não tributamos a distribuição de lucros e dividendos distribuídos aos sócios e acionistas das empresas; segundo, porque a alíquota máxima do IRPF (27,5%) está muito abaixo do patamar dos países centrais (entre 40% e 60%) e mesmo de latino-americanos (40% no Chile, por exemplo).Além disso, a classe média paga a mesma alíquota (máxima) que os super-ricos.

Por conta dessas injustiças, além das deduções, os endinheirados têm 70%, no mínimo, da sua renda isenta de tributos.

Compartilhe nas redes sociais

FacebookTwitterWhatsAppMessengerLinkedInEmail

Siga nossos canais nas redes sociais

E fique por dentro das nossas iniciativas para uma sociedade mais justa